35° Curso de Galvanoplastia

Home » Cursos » 35° Curso de Galvanoplastia

Este curso mostra os conceitos principais de galvanoplastia de metais nobres.

É indicado para; joalheiros que queiram banhar suas peças, práticos que queiram saber mais da teoria dos banhos, iniciantes em geral no ramo de galvanoplastia de metais nobres.

Visando atender o maior número de pessoas, este curso é realizado em um único dia, com aproximadamente 6 horas de duração.

O que são os “Banhos”?

O que é chamado de Banho é o processo na qual uma peça  recebe o revestimento de um metal ou de verniz, essa deposição é feita delicadamente de modo a não alterar nenhuma textura ou detalhe, sua espessura é na dimensão de micrometros.

1 micrometro = 0,000001 metros

Esses banhos podem ter diversas utilidades, como alterar a cor de uma peça (banho de ouro numa peça de prata) ou evitar a oxidação (banho de ródio ou verniz).
Estas camadas são depositadas eletroquimicamente, ou seja, a peça é colocada em uma solução que contém o metal a ser depositado já dissolvido, e com aplicação de corrente elétrica o metal é depositado à superfície da peça.

Programação da Parte Teórica:

  • Introdução a galvanoplastia
  • Conceito de átomo
  • Eletroquímica
  • Ácidos e Bases
  • Perigos e cuidados na manipulação de reagentes
  • Conceitos de eletrólise
  • Condições de operação
  • Cálculo de área
  • Desengraxe
  • Ativação ácida
  • Banhos Alcalinos
  • Banhos Ácidos
  • Camadas intermediárias
  • Banhos Finais

 

Programação da Parte Prática:

  • Desengraxante Eletrolítico
  • Ativação Ácida
  • Cobre Básico
  • Cobre Ácido
  • Níquel-Free
  • Ouro Flash
  • Prata Brilhante
  • Ródio Branco
  • Ródio Negro (aplicação com caneta)
  • Carga Horária

    6h

  • Próxima Data

    01/2020

  • Preço

    R$ 735,00

  • Cidade

    São Paulo / SP

Informações





Leia as

Dúvidas Frequentes

Qual a finalidades dos pré-banhos?

Antes dos banhos finais (Ródio, Ouro, Prata) podem ser aplicados banhos de cobre alcalino e cobre ácido normalmente sobre bijuterias. O banho de cobre básico possui alta aderência, servindo de substrato para o cobre ácido. O banho de cobre ácido produz uma camada altamente brilhante, é utilizado principalmente por seu poder de nivelamento microscópico e brilho.

Após a aplicação dos banhos de Cobre, o banho de Níquel ou o banho Níquel free tem a função de fornecer uma camada dura, niveladora e brilhante, não permitindo o desaparecimento da cor do banho de Ouro 18K por difusão.

Para joias que receberão um banho final de ródio, o banho de prata pode ser utilizado como intermediário para nivelamento de cor. Para joias que receberão um banho de ouro 18K, o banho de ouro 24K pode ser utilizado como intermediário para nivelamento de cor.

Como as peças precisam estar para receber os banhos?

Todas as peças que forem receber banho precisam estar com o polimento final, os banhos não conseguem remover riscos, nem texturas da superfície. Os banhos que fazem o nivelamento microscópico não conseguem atingir o macroscópico (riscos, texturas, etc..)

O que significa banho Flash e banho de camada?

A diferença entre um banho flash e um banho de camada é a espessura da camada de metal depositada. O banho flash é uma fina camada depositada, geralmente somente usado para coloração final, não é um banho recomendado para peças de uso diário, principalmente as que tenham muito atrito (por exemplo anéis). A espessura de um banho flash é de 0,1 mícron enquanto um banho de camada possuirá 10 mícron ou mais (uma diferença de espessura de camada de pelo menos 100 vezes).

Qual a diferença entre milésimos e mícrons?

Milésimos e mícrons, apesar de erroneamente serem usados como sinônimos, possuem significados diferentes;

Milésimos se referem a quantidade de metal depositado em uma peça, não tem relação com a espessura da camada. Por exemplo, se falamos que uma peça possui um banho de 20 milésimos o significado é que o banho corresponde a 2% do peso total da peça.

Mícrons se referem a espessura da camada deposita, não tem relação com a “milesimagem” ou “porcentagem” de metal depositado na peça. Por exemplo, se falamos que uma peça possui um banho de 20 mícrons o significado é que o banho possui uma camada de 20 mícrons de espessura.

Logo 20 mícrons não são iguais a 20 milésimos e nem existe uma tabela de correlação entre essas medidas (a não ser que se conheça exatamente área e massa da peça). Seria como comparar massa e densidade.

Como funcionam os banhos para peças com pedras?

Todos os banhos necessitam de atenção para peças que contenham pedras. Pedras que são consideradas porosas, orgânicas, metálicas ou tingidas poderão ser danificadas ao receber estes banhos, alguns exemplos são: lápis lazuli, malaquita, gold stone, pirita, hematita.

Peças com pedras como rubi, safira, esmeralda e vários tipos de quartzo podem receber os banhos normalmente.

Veja nossa

Galeria