Blog

Home » galvanoplastia » Banho de Ródio
13 de abril, 2022
Banho de Ródio

O ródio (Rh) é um metal nobre e precioso muito usado como catalisador de veículos atualmente. Trata-se de um metal raro, extraído apenas como subproduto da mineração de outros metais e, devido sua alta demanda, possui um elevado valor, sendo considerado o metal mais caro do mundo.

Na joalheria, ele é bastante utilizado para o acabamento em joias e semijoias, como latão, prata e o ouro, além de conferir a eles maior durabilidade e um aspecto mais brilhante. Essa aplicação é conhecida como banho de ródio, um processo galvânico de aplicação de uma camada fina do metal sobre a peça de interesse para melhorar algumas propriedades da mesma.

 

Processo e cuidados para a realização do banho

Antes de dar o banho na peça de interesse existem algumas etapas a serem realizadas para que o banho seja feito com sucesso, como mostrado no fluxograma abaixo.

Figura 1. Fluxograma do processo para aplicar o banho de ródio.

A etapa de desengraxe consiste em preparar a superfície da peça para retirar impurezas que dificultem a deposição do banho. Em seguida, a peça é passada em água corrente e depois pelo processo de ativação para melhorar a adesão do banho na peça. Seguido da ativação, novamente a peça é passada em água corrente e depois em água deionizada para lavar quaisquer resquícios de sais e impurezas que possam prejudicar o banho. Por fim, depois de todas essas etapas, finalmente o objeto pode receber o banho de ródio.

Para que o banho seja realizado com sucesso é importante observar que o ânodo necessário para esse tipo de banho são os ânodos de platina ou titânio platinado. Isso porque o banho de ródio se trata de uma solução de ácido sulfúrico, a qual não reage com os tipos de ânodos mencionados acima, assim não alterando a composição do banho durante o processo, como aconteceria se fossem utilizados ânodos de inox ou imitações. Com isso, a solução do banho terá um tempo de vida muito maior, sendo capaz de ser aplicado em muito mais peças com o mesmo desempenho.

Figura 2. Na esquerda, comparação entre um ânodo de platina (à esquerda) e um de inox (à direita) e uma solução de banho de ródio contaminada pelo uso de ânodo errado, a cor esverdeada se deve à impurezas do ânodo.

Por que dar banho de ródio?

Devido a natureza do ródio como metal, esta técnica visa conferir a joias e semijoias diversas propriedades. Entre elas, vale a pena citar a grande resistência à oxidação que o objeto adquire após o banho.

Outro benefício que o banho de ródio oferece é a durabilidade do banho devido à dureza do ródio. Em comparação com o ouro e a prata, o ródio é um metal muito mais duro de acordo com a escala de Mohs, onde o ouro e prata tem um valor de 2,5 enquanto que o ródio possui um valor de 6. Essa propriedade faz com que a peça que recebeu o banho não arranhe tão facilmente, em comparação com peças com banhos de ouro e prata. Porém, mesmo possuindo uma maior durabilidade, o banho de ródio não dura para sempre.

Em conjunto com as propriedades acima, o banho de ródio também confere um brilho intenso à peça, pois o ródio é um ótimo refletor de luz. Em relação à cor, o ródio é o segundo metal mais branco de todos, ficando só atrás da prata, conferindo assim uma cor branca à peça.

Portanto, o banho de ródio pode trazer inúmeros benefícios para as peças, conferindo brilho e vivacidade, além de aumentar a durabilidade do material.

 

Siga-nos no Instagram (@8_metais) e curta nossa página no Facebook (8metais) para mais conteúdos como esse!

Comentários